INFORMATIVO 004/2020
SEAC- BAHIA
SEGMENTO DE ASSEIO E CONSERVAÇÃO

Ref.: COVID-19 e seus reflexos


Às empresas Tomadoras dos Serviços de Asseio e Conservação.
Estamos nos dirigindo diretamente aos clientes de nossas associadas (tomadores dos serviços de Limpeza Profissional e Terceirização de Serviços) para reavivar como as empresas do segmento funcionam mesmo em tempos de Pandemia mundial:
• 85% de tudo o que recebemos é utilizado para pagamento de funcionários,
Benefícios, Encargos Sociais, Impostos, Clausulas da CCT, entre outros;
• Os outros 15% são utilizados para pagamento de equipes especializadas de apoio técnico que visitam os postos assegurando treinamentos, segurança do Trabalho, material de limpeza, máquinas funcionando, processos de limpeza sem contar toda a administração necessária para gerar segurança jurídica trabalhista, tributária e previdenciária.
• Nossos contratos de prestação de serviços são totalmente baseados no emprego de Mao de Obra intensiva, e mensalmente com os recursos que recebemos de nossos clientes pagamos:
• os Salários conforme CLT até o quinto dia útil de cada mês;
• os Benefícios;
• as Provisões de férias, 13º Salário, Demissões, afastamentos, etc.;
o FGTS da mão de obra empregada no contrato;
• as Contribuições de toda a espécie incluindo vários impostos;
• o INSS correspondente aos colaboradores de cada contrato;
• o ISS;
• o PIS/COFINS;
•  os Fornecedores (uniformes, EPIs, produtos químicos, máquinas que muitas vezes são compradas via leasing;
Dessa forma qualquer descontinuidade nos pagamentos das nossas empresas, implicam num “efeito dominó” que vai atingir em cheio nossos trabalhadores, sendo assim solicitamos que façam estudos junto as empresas que foram contratadas para seus serviços de limpeza e terceirização tomando-se como base o mês de Abril e negociem reduções, mas não deixem de honrar os compromissos com nossos trabalhadores.

 

Atenciosamente,

Auro Pisani
Presidente

Dicas de como lavar as roupas e ser sustentável

Área Restrita